Geral

  • Grupos Sinfônicos de Sopros e Percussão da Fames divulgam agenda de concertos do semestre

    Publicado em: 25/06/2018 20:20
    Grupos Sinfônicos de Sopros e Percussão da Fames divulgam agenda de concertos do semestre
    Como resultados do primeiro semestre de 2018 os Grupos Sinfônicos de Sopros e Percussão da Fames, formados pela Banda Sinfônica da Fames e pela Orquestra de Sopros e Percussão se apresentam respectivamente nos dias 29 de junho, sexta-feira, e 11 de julho, quarta-feira, às 20h, no Centro Cultural Sesc Glória em Vitória, ES. O professor Marcelo Madureira é coordenador e o atual regente dos grupos.

    As atividades encerram o semestre letivo com a missão de apresentar concertos com um repertório variado, mas igualmente desafiador. No dia 29 de junho, a Banda Sinfônica apresenta obras de Florent Shmitt, “SELAMLIK”; Thomas Doss, “MAGIC OVERTURE”, Alexander Arutiunian, “CONCERTO FOR TRUMPET AND SYMPHONIC BAND”; Rossano Galante, “CRY OF THE LAST UNICORN” e Steven Reineke, “PILATUS, MOUNTAIN OF DRAGONS”. O aluno de graduação em trompete, Vinícius Novais, será o solista do concerto de Arutiunian, um dos mais importante da literatura moderna do trompete.

    No dia 11 de julho, será a vez da Orquestra Jovem de Sopros e Percussão apresentar as obras de Steven Reineke, “GODDESS OF FIRE” e “FATE OF THE GODS”; Steven Verhelst, “A SONG FOR JAPAN”; Joaquin Rodrigues, “CONCERTO DE ARANJUEZ” (Adágio) e Luiz Gonzaga, “GONZAGA EM TOM MAIOR” (Asa Branca/Baião/A Volta). A aluna do Curso de Formação Musical em Trompete, Izabel dos Santos, será a solista no adágio do concerto de Joaquin Rodrigues.

    Os Grupos Sinfônicos de Sopros e Percussão da Fames

    A Banda Sinfônica da Fames e a Orquestra Jovem de Sopros e Percussão da Fames formam os Grupos Sinfônicos de Sopros e Percussão da Fames, que contribuem com o cenário da música de concerto capixaba e com a formação de platéia, por meio de concertos e espetáculos. Juntas reúnem mais de 100 músicos entre alunos, técnicos, professores e monitores. A banda é uma disciplina obrigatória do Curso de Graduação em Música com metodologia própria, e a Orquestra é um Curso de Formação Musical como disciplina de prática de conjunto para fomentar a base das práticas coletivas de sopros e percussão da Fames.

    REGÊNCIA MARCELO MADUREIRA

    Regente da Orquestra Jovem de Sopros e Percussão da Fames nos anos letivos de 2017 e 2018 e da Banda Sinfônica da Fames em 2018. Participou da The Midwest Clinic “International Band and Orchestra Conference” em dezembro de 2017 em Chicago, IL, EUA. É

    membro associado da World Association for Symphonic Bands and Ensembles, WASBE. Foi regente ativo na Banda Sinfônica de Tatuí no V Seminário de Regência/Banda em 2017. Foi regente da Banda com Coro Sinfônico da Fames no Concerto Beatles em parceria com a MedSenior e TV Gazeta. Professor de Trompete da Fames desde 2005. Apresentou-se na abertura da ITG /2017 Conference em Hershey-PA, USA e dentro do mesmo evento, no Chapter Brazil, com o Brazil Trumpet Guild. Atuou comoTrompetista contratado para Orquestra Filarmônica do Espírito Santo, participando de 132 programas com diversos maestros convidados nos anos de 2008 a 2013.


    Assessoria de Comunicação

    Tatiana Paysan

    comunicacao@fames.es.gov.br

    Compartilhar