Galeria de Diretores


Ricardina Stamato
(1954)
Áurea Adnet
(1955 - 1962)
Alceu Camargo
(1962 - 1967)
Ricardina Stamato
(1967 - 1970)

Nascida em São Paulo e criada no Rio de Janeiro, se considerava capixaba por adoção. Lecionou aulas de Canto Orfeônico no Colégio Estadual, Colégio do Carmo e Colégio Americano, e tornou-se, aos 56 anos, a primeira diretora da Escola de Música do Espírito Santo.

A professora capixaba formou-se no Instituto Nacional de Música (passou a chamar-se Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro a partir de 1965). A nova diretora também dava aulas de piano desde o início das atividades da escola.

Paranaense e diplomado em violino pelo Instituto Nacional de Música (hoje Escola de Música da Universidade do Brasil). O professor de harmonia e violino da Escola de Música conquistou muitos títulos como violinista e aposentou-se em 1977, mas manteve suas atividades de mestre e concertista.

Nascida em São Paulo e criada no Rio de Janeiro, se considerava capixaba por adoção. Lecionou aulas de Canto Orfeônico no Colégio Estadual, Colégio do Carmo e Colégio Americano, e tornou-se, aos 56 anos, a primeira diretora da Escola de Música do Espírito Santo.


Anny Cabral
(1970 - 1974)
Vera Camargo
(1974 - 1978)
Michel Elias Mameri
(1978 - 1980)
Maria das Graças Neves
(1980 - 1983)

Graduou-se em piano na Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi também diplomada em Canto Orfeônico pelo Conservatório Villa-Lobos-RJ, tendo recebido orientação do próprio compositor.

Esteve à frente da escola entre 1970 e 1974. Graduou-se em piano na Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi também diplomada em Canto Orfeônico pelo Conservatório Villa-Lobos-RJ, tendo recebido orientação do próprio compositor.

Nascido no Município de Rio Novo do Sul, advogado pela Universidade Federal do Espírito Santo. Na função pública, atuou em diversas funções, como Chefe do Departamento do Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação, Secretário de Estado da Educação, Subchefe da Casa Civil do Governo do Estado. Foi conselheiro do Conselho Estadual de Educação no período de 1963 a 1968.  

Graduou-se em piano na Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Diplomou-se também no Conservatório Brasileiro de Música, no curso de Iniciação Musical e Musicalização. Ainda no Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro, concluiu o curso de aperfeiçoamento em piano, no nível de pós-graduação. Fundou o Centro Musical Villa Lobos.


Odete Maria Merlo Souto
(1983)
Maurício de Oliveira
(1983 - 1985)
Natércia Lopes
(1985 - 1988)
Odete Maria Merlo Souto
(1988 - 1990)

Em 1955 foi o segundo colocado no Festival Internacional de Violão, em Varsóvia, na Polônia, com a sua “Canção da Paz”. Seu principal objetivo enquanto diretor foi democratizar o acesso e modernizar os cursos da instituição.

Ganhadora do Concurso Internacional de Canto do Rio de Janeiro em 1981, no qual foi considerada a melhor cantora de ópera do Brasil e recebeu o convite para um curso de aperfeiçoamento no teatro Scala de Milão, na Itália.


Sônia Cabral
(1991 - 1994)
Lélis Marisa Peyneau
(1994 - 1996)
Isa Virgínia Boechat
(1996 - 1998)
Nelson Gonçalves Filho
(1999 - 2000)

Formada na primeira turma do curso de bacharelado em piano da Fames em 1974. Cursou pós-graduação no Rio de Janeiro com o professor Arnaldo Estrela. Trabalhou como coordenadora de música na Fundação Cultural do Estado onde desenvolveu o projeto de criação da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo. E durante 20 anos respondeu por toda a programação de música erudita no Espírito Santo.

Concluiu o curso de bacharelado em piano e em 1981 começou a lecionar na Emes a disciplina de Teoria Musical como professora contratada. Tornou-se efetiva após passar no concurso realizado em 1992.

Ingressou na Emes em 1972 como professora contratada do curso preparatório, substituindo a professora Áurea Adnet. Foi chefe do Departamento de piano da Fames durante dez anos.

Iniciou seus estudos de violão com o professor Maurício de Oliveira e graduou-se no Conservatório Brasileiro de Música no Rio de Janeiro. Implantou a cadeira de violão erudito da Escola de Música de Teresina (PI), onde venceu alguns festivais.


Natércia Lopes
(2000 - 2003)
Heloíza Schaydegger
(2003 - 2007)
Raquel Bianca Castro de Souza
(2007 - 2009)
 Fernando Castro Rocha
(2009)

Ganhadora do Concurso Internacional de Canto do Rio de Janeiro em 1981, no qual foi considerada a melhor cantora de ópera do Brasil e recebeu o convite para um curso de aperfeiçoamento no teatro Scala de Milão, na Itália.

Graduada em piano pela Fames e pós-graduada em Música com especialização em Musicoterapia pelo Conservatório Brasileiro de Música (RJ). Nas áreas técnicas e administrativas ocupou as funções de diretora da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo (Ofes) e de chefe da Divisão de Música Erudita do extinto Departamento Estadual de Cultura (DEC).

É bacharel em Música pela Fames e fez especialização em Docência para o Ensino Superior na Faculdade Batista de Vitória. É coordenadora de Cursos Livres da Faculdade de Música do Espírito Santo.

Formado em direito e Pós-graduação em Gestão Pública Municipal, foi vereador entre 1997 e 2004, presidente da Câmara de 1997 a 1998, Prefeito de Santa Leopoldina entre 2004 e 2008, sub-secretário de gabinete do Governador em 2009 e Ouvidor Geral do Estado entre junho de 2009 a março de 2012. É Subsecretário de Gestão, Desenvolvimento de Pessoas e Relações Sindicais do governo do Estado do Espírito Santo.


Edilson Barbosa
(2009 - 2013)
Erlon José Paschoal
(2013 - 2014)
Paulo Henrique Avidos Pelissari 
(2015 - 2018)

Fabiano Araújo Costa
(2019 -     )

Foi diretor de 1985 a 1994 da antiga Escola Técnica Federal do Espírito Santo. É graduado em Ciências Contábeis pela Ufes e mestre na mesma área pela Faculdade de Ciências Humanas de Vitória. Exerce funções no Ministério Público do Estado do Espírito Santo e no Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo. Em 2008, foi auditor geral do Estado do Espírito Santo e subsecretário da Secretaria de Estado de Esportes.

Gestor Cultural, Diretor de teatro, dramaturgo e tradutor, nascido em São Paulo. Paralelamente ao teatro estudou Letras na USP em São Paulo-SP. Atuou como Subsecretário de Cultura de Vitória e Subsecretário de Estado da Cultura do Espírito Santo. Trabalhou no Ministério da Cultura como Gerente de Desenvolvimento e Informação e Coordenador de Projetos Internacionais. Recebeu a Ordem do Mérito Cultural do Governo da Alemanha, em 2008 por suas contribuições às relações culturais entre os dois países. 

Guitarrista profissional, nasceu em Vitória, é formado em Comunicação Social pela Ufes e em Direito pela FDV. É pós-graduado em Direito Civil pela AVM Faculdade Integrada e atuou como advogado nas áreas de Direito Constitucional, Administrativo e Civil. É Auditor do Estado de carreira, da área de Direito, desde 2005, tendo atuado na Secretaria de Estado de Controle e Transparência. Atuou como Assessor de Gabinete da Secretária de Estado de Controle e Transparência desde 2010 até 2014.